Pra começar o ano de 2021 com uma perspectiva diferente, que tal pensar em investimentos que geram renda e pagam “salário”? Já te contei aqui no Blog que aprender a investir é um círculo virtuoso: quanto mais você entende o funcionamento, mais quer pesquisar e aplicar.

Os investimentos podem ser usados tanto para multiplicar o patrimônio quanto para gerar renda. Então, é como se você emprestasse o seu rico dinheiro para alguém e recebesse juros por isso.

Dessa forma, eu selecionei 4 tipos de investimentos que podem te pagar “salário” e gerar renda. São eles:

 

1.Fundos imobiliários

Os fundos imobiliários funcionam como um condomínio e distribuem, no mínimo, 95% do lucro. São formados por grupos de investidores com o objetivo de aplicar recursos em diversos tipos de investimentos imobiliários: desenvolvimento de empreendimentos ou em imóveis já prontos, como edifícios comerciais, shopping centers, galpões, hospitais…

Os fundos de investimento imobiliário, também chamados de FIIs, são negociados através de cotas.

Assim, eles investem em imóveis ou títulos ligados ao mercado imobiliário e pagam rendimentos periódicos isentos de imposto de renda para a pessoa física.

O valor das cotas também oscilam: renda variável!

 

2. Ações

As empresas com capital aberto na Bolsa pagam dividendos para os seus acionistas. O dividendo é uma parte dos lucros da empresa. A lei obriga a empresa a distribuir lucro.

Algumas empresas são ótimas pagadoras de dividendos, porque elas distribuem a maior parte dos seus lucros e costumam ter bons resultados.

Normalmente essas empresas já estão em negócios bem estabelecidos, de retorno estável e previsível. Os dividendos pagos pelas ações também são isentos de imposto de renda.

Como as ações fazem parte da renda variável, você pode lucrar com a valorização da ação ou ter perdas com sua oscilação negativa. E como você tem lucro? Com o crescimento da empresa, com a valorização da ação. E os proventos são parte dos lucros das empresas no período.

3. Tesouro IPCA com juros semestrais

É um título público do Tesouro Direto vinculado ao IPCA, que é o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (aquele que mede a inflação).

Assim, esse título garante a manutenção do poder de compra, pois o rendimento é igual à variação da inflação mais uma taxa prefixada de juros, desde que você mantenha os títulos até o vencimento. É comum encontrar a sigla NTN-B junto com o nome Tesouro IPCA com juros semestrais em algumas corretoras de valores. Isso significa Notas do Tesouro Nacional Série B, nome do título até 2015.

Algumas vantagens: garante uma rentabilidade sempre acima de inflação; é ideal para investimentos de longo prazo e protege a sua carteira de investimentos das variações da inflação.

4. Tesouro prefixado semestral

O Tesouro prefixado é um título público que paga uma taxa de juros nominal já conhecida no ato da compra do título. Por isso o nome: “prefixado”.

 É o investimento ideal para quem quer saber exatamente o valor que receberá ao final da aplicação, no vencimento do título.

Vantagens do Tesouro preficado: garante uma rentabilidade fixa; você sabe exatamente quanto vai resgatar no final e é ideal para alcançar metas de médio e longo prazo.

Quer aprender mais sobre o Tesouro Direto? Nesse vídeo eu te conto tudo: clica aqui pra assistir!

Agora é só organizar a sua carteira de investimentos, de acordo com o seu perfil, e fazer o seu rico dinheiro trabalhar por você! Mãos à obra.

Carol Daher*


Faça parte da Comunidade Mulher na Bolsa no Telegram pra ter acesso ao conteúdo gratuito e diário!

*Carol Daher é analista de investimentos CNPI-T, criadora do Blog Mulher na Bolsa, escritora e Mestre em Direito e Negócios Internacionais. É apaixonada por aprender e ensinar.