fbpx

Blog

Como a estiagem no sul do Brasil pode afetar o Mercado Financeiro

Oi, gurias! Já deu pra ver que é a Gisele falando aqui, né? capaz que não! Como moro aqui no Sul e estou vivenciando de perto essa seca, resolvi conversar com vocês como isso tudo pode afetar os seus investimentos.

 

– “Mas como assim Gi, eu não negocio grãos, nem boi gordo, e nenhuma commoditie, como isso pode me afetar?”.

 

De uma forma muito simples e clara, vou lhes dizer: a agricultura e a pecuária movem a Economia Brasileira, impactando todos os setores e, também, os teus investimentos. Então se ambas não vão bem, ações dos setores correspondentes podem sofrer oscilações.

 

A escassez de insumos, sementes, e “remedinhos” para as plantas (como costumo chamar os defensivos agrícolas que são tão odiados) o preço cada vez mais elevado, e ainda com replantio como já foi o caso, deixam tanto os grandes, quanto os pequenos produtores de cabelo em pé. Isso porque o custo da lavoura pode se tornar inviável comparado ao lucro que se poderá ter na safra ano que vem. Viu só? Os agricultores também são investidores de longo prazo. E as empresas desses insumos, sementes, e defensivos, como ficam?

 

Então pensa comigo: se a estiagem afeta o nascimento e desenvolvimento dos grãos (soja e milho, por exemplo) da estação, além de outras cultivares como hortaliças, leguminosas, frutas, e até mesmo pasto para o gado, onde se espera que os preços vão chegar? Conta simples: diminui a oferta e aumenta a demanda, então, os preços sobem.

 

Feijão, arroz, derivados de trigo, milho, cevada, canola, soja, carne, entre outros no mercado poderão sofrer grande alta nos preços, afetando o consumidor final, bem como a exportação de grãos, e o Rio Grande do Sul é um dos maiores exportadores ficando atrás somente de Mato Grosso e Paraná. Em Chicago, já podemos ter uma prévia de altas expressivas dos preços.

 

Além disso, a falta de chuva impacta – e muito – nas contas de luz e de água. Sem água, sem energia, e assim as cotas de impostos sobre qualquer excesso vai nas alturas. Muitos municípios do Estado já decretaram situação de emergência e estão sendo abastecidos com caminhões pipa, um forte contraste comparado à regiões do norte, onde estão passando por momentos difíceis com excessos de chuva.

 

Então, minha gente, rezem para São Pedro nos ajudar por aqui senão vai dar zebra.

 

Espero que tenham gostado do meu primeiro texto (de muitos por aqui), deixem nos comentários as suas sugestões para próximos.

 

 

Um baita abraço!

Gisele Santos

Gisele Santos

Investidora, CEO do próprio dinheiro, empreendedora, Esteticista e Cosmetóloga por formação, apaixonada pela lida de campo. É contribuidora do Blog Mulher na Bolsa.

Compartilhar
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Leave a Comment